Colorimetria pessoal: qual a paleta de cores ideal para mim?

Você já deve ter ouvido falar por aí de colorimetria pessoal, não é mesmo? Se você não sabe ainda o que é eu explico! Consiste basicamente em entender como as cores interagem com nosso tom de pele, cabelo e olhos, favorecendo nossa beleza natural.

Ao fazer a colorimetria você descobre qual a cartela de cores ideal pra você. Você já deve ter reparado como algumas cores nos deixam com uma aparência mais envelhecida, com carinha de doente ou até mesmo ressaltam nossas olheiras e manchas na pele. A colorimetria pessoal vem para resolver todos esses problemas!

colorimetria pessoal

Mas, aí eu só posso usar as cores que estão na minha cartela? Não! É claro que temos aquelas cores preferidas que muitas vezes não estão presentes nessa cartela, mas você pode mistura-las por meio de estampas ou peças de outras cores, como também coloca-las nos seus acessórios. Relaxa!

Entendendo a minha colorimetria pessoal

É importante que a gente entenda que existem diversos tons de pele, não existe uma fórmula mágica que dê certo para todo mundo, por isso conhecer em primeiro lugar qual a temperatura da sua pele já vai ajudar. Eles podem ser:

colorimetria pessoal

Frio: é usada a paleta de inverno, ele tem cores puras e fortes como o vermelho, azul royal, pink, azul-bebê, rosa claro e lavanda. Você consegue encontrar fazendo referência as suas veias no antebraço, se suas veias forem mais azuladas ou roxas, esse é o seu tom.

Quente: é usada a paleta verão ou outono, com cores caramelo, verde-oliva, marrom, laranja, rosa e amarelo. Normalmente as veias do antebraço são esverdeadas.

Neutro: usa-se o paleta de outono, de primavera, verão e inverno misturadas neste caso. As veias desse tom ficam entre o esverdeado e azulado. Lembrando que não existe um neutro puro, há uma tendência de puxar mais para o quente ou mais para o frio.

Outra maneira de entender qual a temperatura da sua pele é usar um tecido de cor prateada ou dourada e aproximar do seu rosto, se o prata te favorecer seu tom é frio, se o dourado te favorecer seu tom é quente.

colorimetria pessoal cor quente e fria

Há também outras características que devem ser levadas em consideração:

Intensidade – vibrante ou suave

Profundidade – escuro ou claro, brilhante ou opaco. Nessa parte da análise de colorimetria pessoal você consegue até entender quais acessórios caem melhor em você, os mais brilhosos ou mais neutros.

Círculo cromático: como funciona?

O circulo cromático faz com que a gente entenda melhor essa questão de cores frias e quentes, que entram dentro da nossa colorimetria pessoal. Entendemos como uma cor pode favorecer outra, como as cores primárias (azul, vermelho e amarelo) e as secundárias (que são a mistura dessas cores com saturação, matiz e intensidades diferentes).

Observando o circulo você percebe que ao lado esquerdo estão as cores quentes e ao direito as frias. A combinação de cores que se encontram lado a lado no círculo são chamadas de análogas ou cores terciárias e, as que se encontram opostas uma da outra, são as complementares.

circulo cromatico coloracao pessoal

Por que saber disso? Porque assim você consegue montar inúmeras possibilidades quando a sua cartela de cores estiver definida!

Teoria sazonal e subtons da estação

Depois de encontrar a cor da sua pele vem uma segunda etapa, descobrir se sua cartela é verão, primavera, outono ou inverno. E ainda, dentro delas existem os subtons de cada estação, são em média 12 tons ou mais. Vai se tornando um pouco mais complexa esta etapa, não é mesmo?

Primavera: Se você tem olhos e cabelos mais claros, sua paleta de cores é a primavera. Ela consiste em tons de rosa, azul, roxo, verde e marrom.

Outono: A paleta outono é perfeita para as mulheres de cabelos e olhos escuros. Suas cores possuem tons mais quentes e intensos, como o vermelho, marrom e verde.

Verão: O verão fica lindo em mulheres de cabelos e olhos claros – puxados para o acinzentado. As cores são opacas e frias.

Inverno: Se você tem cabelo escuro e olhos acinzentados, a paleta inverno é a sua grande queridinha, portanto, você pode apostar em tons como azulmarinho e preto.

Já os subtons são definidos pela cor dos olhos e cabelos e são as seguintes:

Primavera: Definida ou Pura; Clara ou Suave; Quente.

Verão: Puro ou frio; Claro ou Suave; Neutro.

Outono: Quente; Profundo ou intenso; Neutro.

Inverno: Claro ou suave; Profundo ou intenso; Puro ou Frio.

É muita coisa não é mesmo? Por isso se você não tem condições de contratar um profissional na área ou se só quer quebrar um galho existe um site chamado colorwise.me que te auxilia na definição das cores ideais para você, lembrando que ele não é tão certeiro como uma consultoria de imagem feita com um profissional.

Onde encontrar um profissional de colorimetria pessoal?

Se você fizer uma boa pesquisa pelas redes sociais provavelmente você encontrará um na sua cidade. A dica que eu dou é que encontre alguém que te passe confiança e que realmente seja dedicado ao trabalho, pois assim o investimento será certeiro e os riscos dele errar na sua cartela serão nulos.

colorimetria pessoal

Mila Cook indica: aqui em Floripa você pode encontrar a profissional na área Maria Eduarda, que pode te ajudar a solucionar esse problemas por meio de uma consultoria. Seguindo ela no Instagram você irá encontrar diversas dicas de como valorizar a sua beleza e entender melhor sobre as cores perfeitas para sua pele e até mesmo escolher a cor ideal do seu acessório Mila Cook!

Fontes: Julia Closet, AceitoSim, Brasil Travel News e Moda Fora da Caixa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *